A importância da LAB na representatividade

E aí galera, tudo bem?

Na última semana, mais uma edição do São Paulo Fashion Week aconteceu e pela terceira vez, Emicida e Fioti desfilaram com sua marca LAB.

Mais do que uma passarela, os MCs transformaram ela em um palco e deram show, literalmente!

Na nova coleção, a LAB investiu em tons pastel representados pelo street style através de bermudas, moletons e peças similares.

Cada vez mais, Emicida e Fioti mostram a que vieram e valorizam a representatividade, colocando modelos negros e plus size na passarela. Alguns famosos da cena do rap e funk, como MC Carol, Black AlienThaíde e BNegão também fizeram questão de marcar presença no desfile da LAB.

Foto: Reprodução / Fotosite

Foto: Reprodução/ Fotosite

Na apresentação, uma projeção com pássaros voando em um lindo céu azul foi uma perfeita forma de demonstrar a coleção Avuá, que tem como conceito aproximar as pessoas do céu e fazê-las voarem. As cores das peças também não saíram do contexto ao passarem por tons de azul, cinza e alaranjado, similares ao céu.

Foto: Reprodução / Fotosite

Até a escrita foi muito bem pensada, ganhando forma de pássaros, que estiveram presentes nas estampas através de penas e diversos outros elementos da cultura hip hop.

Foto: Reprodução/ Fotosite

Nos pés, em parceria com a Nike, os modelos Air Max 97 Ultra e Air Force 1 foram os escolhidos. Além disso, acessórios como brincos, colares e pochete ganharam destaque.

Foto: Reprodução / Fotosite

Em meio a tudo isso, a plateia teve que dividir sua atenção ao show e ao desfile, que foram muito bem comandados. A música criada pra essa edição teve participação de Drik Barbosa, Rael, Kamau e Coruja BC1. Ouça abaixo:

Como se não bastasse, a marca de Emicida e Fioti realizou uma homenagem ao sambista carioca Wilson das Neves que faleceu recentemente e chegou a participar do desfile anterior da LAB. Emocionante ou não?

Foto: Reprodução / Fotosite

O sucesso da Laboratório Fantasma foi tanto que conseguiu lotar o ambiente, causar ansiedade e aguçar a curiosidade das pessoas na porta da sala onde ocorreu o evento, coisa que só Gisele Bündchen fazia.

“O que queremos mostrar aqui é que a beleza está no dia a dia”, afirmou Emicida em entrevista à UOL.

Foto: Reprodução / Fotosite

E parece que o MC está conseguindo, pois um público diversificado e composto por brancos, negros, magros, gordos e homossexuais é o que a São Paulo Fashion Week está ganhando. Confira o desfile na íntegra:

Quem aí também acha isso lindo de se ver? Que isso seja apenas o começo da quebra de padrões e que todos nós possamos ser representados de forma digna! 😉

Share:
Written by Camila Paroche
Camila, 22 anos, São Paulo. Publicitária, criadora de conteúdo, apaixonada por entretenimento e tudo o que possa me desenvolver! Meu hobby? Música, filmes, séries, livros, fotografia e cuidar desse blog lindo haha ♡ Me acompanhe mais pelo Instagram: @camilaparoche